Deputado Alberto Filho lança Facebook, Twitter e Instagram para campanha 2014

ALBERO FILHO redes sociais1
Para ampliar o raio de divulgação das suas ações na Câmara Federal e difundir as suas propostas para os próximos quatro anos, Alberto Filho, como a maioria dos candidatos, tem apostado na força da internet, através das redes sociais.
Desde a terça-feira (29) os internautas já podem acessar o dia a dia da sua campanha através do Facebook (Alberto Filho 1522), Twitter (soualbertofilho) e Instagram (albertofilho1522).
Nessas páginas serão publicadas com frequência fotos e informações sobre os compromissos públicos e os encontros dos quais participa como candidato. “As redes sociais são estratégicas, elas rompem fronteiras e nos permitem chegar onde não conseguiríamos chegar pessoalmente. Conquistei um bom círculo de amigos em minha trajetória e dessa forma conseguimos conectá-los de alguma forma para apresentar nossas propostas”, avalia.
Nacional
A preocupação em estar presente nas redes sociais e na internet em geral faz parte das eleições em todas as esferas. Ainda no ano passado, Dilma Rousseff (PT) reativou a conta no Twitter, que já conta com mais de 2,6 milhões de seguidores, e intensificou a participação na página do Facebook, que conta com pouco mais de 800 mil curtidas. Aécio Neves (PSDB) inaugurou conta no Twitter no início da campanha. A assessoria tucana também atualiza o Facebook diariamente com os compromissos e falas do candidato, na página com quase 1 milhão de curtidas.
Inspirado na vice Marina Silva, que em 2010 conquistou 19,6 milhões de votos com uma campanha fortemente conduzida pela internet, Eduardo Campos (PSB) tenta repetir a fórmula. Além das páginas em redes sociais, alguns candidatos mantêm sites oficiais de campanha.

EDUCAÇÃO – Faltam livros na Codó onde mais de 38% da população não sabem ler, nem escrever

A cidade tem a biblioteca Central Fernando de Carvalho e a Farol do Saber, ambas públicas, mas quem já precisou delas reclama da desatualização do acervo.

 “Sempre quando chega é os mesmos livros, não renovam de jeito nenhum, a gente pede que renovem alguns, outros livros, novidade, a maioria dos jovens quer é novidade, quer ler, quer ver novidades”, reclamou o estudante Mailson Reis

“VOCÊ ACHA QUE TINHA QUE RENOVAR TODO ANO? “Acho que todo ano, todo mês também tinha que colocar computador”, responde Eliene Castro

 CIDADE SEM LIVROS

Acesso à compra de livros em Codó é coisa difícil. Historicamente, e já são 118 anos de emancipação política, somos uma cidade sem livraria, nem banca de revistas existe na atualidade. Só muito recentemente  um supermercado, que nunca mais renovou o estoque, e uma loja passaram a expor alguns livros, só isso.

Esta realidade dificulta a vida de quem precisa ler para aprender e a de quem deseja apenas se divertir, entretendo-se com uma boa história.

Por isso quando a venda de livros usados chega à cidade, o que não ocorre com tanta frequência, sempre tem alguém procurando alguma coisa e são os estudantes os mais interessados.

Encontramos Valdirene da Conceição, uma estudante de enfermagem, que  enfrentou, dias antes da entrevista,   o drama que é  viver longe do acesso aos livros.

 “Quando quer um livro não tem onde comprar, a pessoa tem que viajar pra fora pra comprar livros…ATÉ PARA ESTUDANTE É COMPLICADO? É complicado, pra fazer uma prova agora de enfermagem eu tive que ir em São Luís comprar os livros”, revelou com ar de indignação

 DESATUALIZADOS, MAS FAZER O QUÊ?

Sabendo da carência os vendedores de usados trazem um pouco de tudo Direito, Enfermagem, História, literatura de outros gêneros.Nem são tão atualizados assim, mas a chance de poder ter o que ajuda disponível em casa sempre leva Gilberto Sousa, estudante de Pedagogia, à banca montada no centro da cidade.

“A gente se planeja através do conhecimento que a gente já tem, mas precisamos de livros para podermos continuar…COMO É QUE É VIVER NUMA CIDADE SEM LIVRARIAS? É muito difícil, muito difícil”, respondeu

 OS ANALFABETOS

A CODÓ sem livros tem números relacionados bem preocupantes. Acima de 15 anos de idade, segundo o IBGE,  são mais de 38% de habitantes analfabetos.

Para esta camada da população o interesse por livros é zero, mas  o restante que, pelo menos vai ou foi à escola, tem sido  desestimulado a desenvolver o hábito da leitura por um obstáculo que até mesmo a vendedora, que vem de Teresina, Piauí,  reconhece – já deveria ter deixado de existir.

  “Era  uma boa coisa que tá necessitando em Codó, O povo de CODÓ precisa estudar mais e precisa ter o livro, ninguém estuda sem o livro, ninguém viaja sem bagagem e  a bagagem é o livro para quem quer estudar”, argumentou filosofando

Do Blog do Acelio

Bebê morre após cair de rede com o pai

Uma criança de apenas quatro meses de vida, morreu depois de cair de uma rede onde estava com seu pai, em Vitorino Freire.
Segundo informações, o pai da pequena Anne Cecília se balançava na rede, quando a escapula da rede teria quebrado e o pai caído em cima da criança que bateu a cabeça no chão. Anne Cecília foi socorrida pelo pai, mas não resistiu e morreu no hospital.
A criança era a segunda filha do casal e havia completado quatro meses, no dia 22 de julho.
Abalados, os pais foram para casa de parentes.

Compare as fotos das passagens de Lobão Filho e Flávio Dino por Itapecuru e Presidente Vargas

Nas redes sociais, o debate é intenso: quem é o candidato que tem levado mais eleitores a suas caminhadas, carreatas e comícios?

Aliados dos dois líderes nas pesquisas, Flávio Dino (PCdoB) e Edison Lobão Filho (PMDB), sustentam que é o seu candidato quem tem mais apoio popular.

Na semana que passou, ambos visitaram alguns municípios em comum, o que permite, pelo menos de forma meramente empírica, uma análise sobre a densidade de cada uma das agendas.

Nesta primeira semana, Dino e Lobão estiveram, em dias diferentes, nas cidades de Itapecuru-Mirim e Presidente Vargas, por exemplo.

Para aquecer o debate, o blog publica agora fotos das assessorias dos dois candidatos feitas nas duas cidades.

Veja abaixo.

Flávio Dino em Presidente Vargas

pres.vargas

Lobão Filho em Presidente Vargasvargas

 

Flávio Dino em Itapecuru

itapecuru2

Lobão Filho em Itapecuru

itapecuru

E aí, quem tem levado mais gente?

Lobão Filho avança e mobiliza interior em campanha

 

Três semanas após o início da campanha eleitoral, o candidato ao governo do Estado, Lobão Filho (PMDB), faz um balanço positivo de suas ações e parcerias pelo estado. O peemedebista cumpriu uma agenda intensa junto com os candidatos a vice-governador Arnaldo Melo e ao Senado, Gastão Vieira.

“Nós estamos mobilizando, motivando, entusiasmando a classe política, em um movimento muito saudável nessa caminhada. Já visitamos 26 municípios, sempre com uma energia fantástica. Eu estou muito feliz, tenho me compromissado muito com o povo do meu estado e esse compromisso, pra mim, é como um contrato, um contrato onde eu me comprometo a entrar na vida das pessoas e modificá-las. Estou muito animado e sinto que começamos essa campanha com muita força”, avaliou o peemedebista.

Até aqui, foram 26 municípios visitados. A caravana Pra Frente Maranhão realizou comícios, reuniões com lideranças, carreatas, caminhadas e participou de eventos tradicionais como a 37ª Cavalgada de Grajaú e a procissão de Nossa Senhora Santana em Coelho Neto.

Em São Luís, 188 prefeitos maranhenses reuniram-se para ratificar apoio ao candidato na última semana. O prefeito de São Bento, Carlos Alberto Pereira (PSDB), participou da reunião e, mesmo filiado a um partido da oposição, declarou apoio ao peemedebista.

“Sou prefeito do PSDB, oposição, mas apoio Lobão Filho porque acredito que ele fará um grande governo e também porque a governadora já vem ajudando todos os municípios. Defendo a Roseana e defendo Lobão Filho, por ele ser o municipalista que é. Temos que nos aliar a quem ajuda nosso município, temos que estar ao lado de quem olha por nós”, confirmou.

Lobão Filho reuniu-se também com líderes religiosos da Assembleia de Deus em São Luís, Imperatriz e Grajaú. Nesta, ele participou do Congresso Estadual das Assembleias de Deus (COMADESMA), onde pediu aos pastores orações para que, a partir do dia primeiro de janeiro, “o Maranhão siga em frente com um futuro melhor para todos nós”.

Em seu comitê de São Luís, o candidato tem recebido lideranças comunitárias para falar sobre propostas de governo. O grupo Força Jovem, do eixo Itaqui-Bacanga, foi representado pelo presidente Don Diego, que levou a Lobão Filho demandas da juventude na capital e assegurar o apoio dos jovens que representa.

“Apoiamos Lobão Filho porque precisamos de um nome forte no governo para olhar pela juventude do Maranhão. Não é qualquer pessoa que tem a capacidade e a responsabilidade de assumir um cargo como esse, mas o Lobão é de extrema confiança, um homem de competência e com historia no Maranhão. Hoje a juventude está à mercê, não tem oportunidades e o índice de usuários de drogas cresce a cada dia. Esperamos e acreditamos que ele irá acolher a nossa causa”, declarou o jovem.

Paralelamente às incursões no interior do estado, a apresentadora e empresária Paulinha Lobão, esposa de Lobão Filho, realizou em sua residência, três encontros com lideranças femininas no estado, entre elas prefeitas e primeiras damas.

A prefeita de Presidente Médici, Dra. Élia (PTB), participou do evento e destacou a importância desses encontros. Ela falou ainda da importância de Lobão Filho no cargo de governador do Estado.

“Precisamos de um governador que enxergue a região do Alto Turi, uma região que avançou nos últimos anos, mas que ainda está aquém do seu potencial. Somos da base governista, temos obras em andamento no município e essa parceria vai continuar nos trazendo desenvolvimento. Nós também já estamos engajados nessa luta e eventos como esses só contribuem, porque estamos todas alinhadas na busca de um só objetivo: fazer o Maranhão crescer”, afirmou.

O candidato ao Senado da coligação “Pra Frente, Maranhão”, Gastão Vieira (PMDB), destacou a relevância desta etapa do processo para uma campanha bem-sucedida. “A expectativa sempre foi muito positiva, conheço nosso público e já vivi eleições difíceis. Agora, vendo esse grupo tão grande, tão consolidado, vendo a determinação do nosso candidato e o apoio e entusiasmo dessas pessoas que nos acompanham, tenho certeza de que já somos vitoriosos”, finalizou

Fim de semana com 4 acidentes e 5 mortos

O trânsito nas rodovias que cortam o município de Caxias apresentou números trágicos no final de semana. Entre o início da noite de sexta-feira (25) até o final da tarde de domingo (27), foram registrados 4 acidentes com um saldo de 5 mortos.

Acidente no Brejinho I

Por volta das 18h de sexta-feira (24), duas pessoas ficaram gravemente feridas após uma Saveiro, com placas HOZ 0171, colidir com um caminhão Baú, de placas OEF 8723 no Povoado Brejinho. As vítimas foram identificadas por Ionaldo de Sousa Araújo e Luis Gonzaga de Carvalho Filho, ambos estavam no carro de passeio e foram levadas para o HGM.

As informações dão conta que o motorista da Saveiro teria tentado uma ultrapassagem perigosa e acabou colidindo frontalmente com o caminhão. O veículo de passeio ficou completamente destruído.

O condutor do Caminhão Baú, por Francisco Paulo Monteiro fugiu sem prestar socorro. Ele foi localizado minutos depois por uma viatura da Polícia Militar no Povoado Cupins. Para os PM”s, ele disse fugiu com medo da reação de populares.


Acidente no Brejinho II

Por volta de 1h30 da madrugada de sábado (26), um acidente nas proximidades do Povoado Brejinho, vitimou Francisco Lopes de Almeida, 38 anos, residente em Caxias.

O acidente envolveu a motocicleta pilotada pela vítima, uma Honda Fan, cor vermelha com placa NXG 6707 e um Caminhão Iveco, de placas LWS 2221, que era conduzido por João Maciel de Matos Santos, 26 anos.
Capotamento na BR 316

No início da madrugada de sábado (26), Mário Afonso Coimbra de Carvalho, de 67 anos teria se distraído e perdido o controle do volante do veículo Palio Weekend vindo a provocar o capotamento.na BR 316, nas proximidades do Povoado Dezessete.

Além do condutor do veiculo, a irmã dele, identificada por Maria dos Remédios Coimbra, de 65 anos, morreram na hora. A adolescente Karliele Karoline Limas dos Santos de 17 anos, não resistiu aos ferimentos e faleceu ao dar entrada no Hospital de Codó.

No carro ainda estavam a esposa do motorista, Maria Marta Coimbra, de 57 anos e o filho do casal, um adolescente de 14 anos, que foram socorrido para o Hospital de Codó, medicados e liberados horas depois.

O grupo havia saído de São Luís com destino à Caxias. Uma das vítimas, Maria dos Remédios, era professora e trabalhava como supervisora da área de Recursos Humanos da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

A adolescente Karliele Karoline estudava no colégio São José. Ela havia pedido carona para a família em São Luís e estava indo para casa dos pais em Caxias.

De acordo com médico que atendeu a adolescente, Karliele teve trauma toráxico que culminou com hematórax, quando fica sangue dentro do tórax e pneumatórax, ar na cavidade toráxica, além de contusão pulmonar e abdominal. A vítima também apresentou ruptura hepática (fígado0 e no baço). Dr. Digeórgio Martins disse ainda que Karliele foi entubada e colocado um dreno toráxico e recebeu duas bolsas de sangue. Ainda conforme o médico, a vítima entrou em óbito também em razão de uma hemorragia interna.

Morte na MA 127

O acidente ocorreu nas primeiras horas da manhã deste domingo (27) na MA 127, próximo da rotatória que liga Caxias ao município de São João do Sóter. Uma pessoa morreu em colisão que envolveu uma SW4 e um Pálio.

A vítima morava no bairro DNER. Já no veículo SW estava o Deputado Estadual Rubens Pereira Jr. (PC do B), assessores e o motorista. Ninguém ficou gravemente ferido, mas, por precaução, todos foram encaminhados para o HGM em Caxias e depois liberados.

A polícia investiga as causas do acidente.

Fonte: blog do noca

Protestos de jogadores contra salários atrasados viram rotina no Botafogo

Jogadores do Botafogo estendem faixa de protesto contra atraso de salários

  • Jogadores do Botafogo estendem faixa de protesto contra atraso de salários

A polêmica faixa exibida pelos jogadores do Botafogo no clássico com o Flamengo, neste domingo, no Maracanã, não foi um ato isolado do grupo alvinegro. Desde o ano passado, é através de protestos criativos que o elenco tem demonstrado sua insatisfação com os constantes salários atrasados.

Em março, ainda em meio a disputa da Copa Libertadores, os atletas atrasaram um treinamento por cerca de meia hora e, em seguida, ficaram por oito minutos sentados no gramado do campo anexo do Engenhão para demonstrar o incômodo com a situação que, na ocasião, beirava os dois meses de dívida. No mesmo mês, os jogadores decidiram por não treinar numa atividade que estava marcada para um domingo.

Durante a Copa do Mundo, o grupo se negou a viajar para a Paraíba, onde tinha um amistoso marcado com o xará local, por conta do problema.

Outra forma de amenizar o fato tem sido, vez por outra, abolir a concentração e se apresentar somente no horário do almoço do dia dos jogos.

As ações são orquestradas geralmente pelos líderes do elenco, como o goleiro Jéfferson e o zagueiro Bolívar.

Presidente do Botafogo, Maurício Assumpção acusa a asfixia financeira do Governo para argumentar sobre os atrasos salariais. Atualmente, o Alvinegro tem suas receitas 100% bloqueadas por conta de uma dívida de cerca de R$ 700 milhões.

Na semana passada, o dirigente, acompanhado de outros cartolas, se reuniu com a presidente do Brasil, Dilma Roussef, e relatou o problema que vem enfrentando. Na ocasião, ele chegou a levantar a possibilidade de abandonar o Campeonato Brasileiro por correr o risco de não conseguir manter o time.

Atualmente, os jogadores alvinegros alegam uma dívida de cinco meses de direito de imagem e três meses na carteira de trabalho, além de FGTS. Tal situação permite, inclusive, que atletas procurem a Justiça para se desligar do clube. Até o momento, porém, ninguém tomou este caminho.

Fla tem semana decisiva por Robinho e estuda saída do goleiro Felipe

15-jan-2014---robinho-comemora-gol-marcado-pelo-milan-contra

A vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo aliviou momentaneamente a crise no Flamengo e trouxe tranquilidade aos dirigentes para resoluções importantes durante a semana. Na luta contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro, o Rubro-negro tem pressa para modificar o elenco. O principal objetivo é fechar a contratação do atacante Robinho. O clube também estuda a saída do goleiro Felipe.

Otimista, a diretoria espera definições até quarta-feira. A administração Bandeira de Mello sabe que a situação envolvendo Robinho não pode ultrapassar esta semana. Departamentos jurídico e financeiro analisam a melhor forma para apresentar uma proposta oficial e convencer o jogador da vantagem em atuar na Gávea.

O atacante do Milan-ITA ficaria no Rubro-negro até dezembro e receberia R$ 900 mil mensais. A diretoria tenta fechar o apoio de dois “torcedores ilustres” para bancar ao menos R$ 600 mil do valor. O restante deve até ser arcado pela própria gestão. Os ex-dirigentes Plínio Serpa Pinto e Jorge Rodrigues são peças fundamentais no negócio e podem utilizar a imagem do atleta em campanhas das suas empresas, Brasil Brokers e Triunfo Logística, respectivamente.

A alternativa mais viável é a de que Robinho acerte com o Orlando City, clube norte-americano que contratou Kaká e o emprestou ao São Paulo. O processo seria feito da mesma forma com o Flamengo. Entretanto, um empréstimo sem custos do Milan-ITA ao Rubro-negro carioca não está descartado.

O técnico Vanderlei Luxemburgo é um entusiasta da contratação. Entretanto, optou por não comentar publicamente as tratativas com Robinho e outros possíveis reforços.

“Não vou pensar em ninguém que está fora. Vamos discutir internamente. Não adianta falar desses jogadores. Se vier o Robinho, posso dizer depois se foi bom ou ruim. Isso vale para qualquer jogador. Tenho um grupo e vou com ele”, afirmou.

Mas se a possibilidade da chegada de Robinho empolga os rubro-negros, o mesmo não se pode dizer de alguns ajustes no elenco. Depois de André Santos ser comunicado de que não faz parte dos planos, o volante Elano e o goleiro Felipe têm dias decisivos pela frente.

O primeiro conta com a admiração de Luxa e pode ter o afastamento revertido após conversas com o técnico. A principal questão envolve o goleiro Felipe. Ele nem sequer foi relacionado para o clássico contra o Botafogo e tem a sua saída estudada pela diretoria.

Uma reunião entre técnico e camisa 1 acontece na terça-feira, quando o martelo será batido. A tendência é a de que o atleta não faça mais parte do elenco embora a versão oficial tenha sido conciliadora.

“Foi opção do treinador. Conheço bem o Paulo Victor. Estava aqui comigo na outra vez. Se amanhã achar que o Felipe deve voltar, vai voltar. Não existe fantasma e nada de anormal nisso”, encerrou Luxa

Acidente perto do KM-17, em Codó deixa saldo de três mortos e dois feridos

 

Local do acidente no KM 470 da BR-316 em Codó
Local do acidente no KM 470 da BR-316 em Codó

Na pista marcas de sangue e objetos de uso pessoal das vítimas indicam a gravidade do acidente que ocorreu por volta das 08 horas da noite de ontem, no KM-470 da BR-316, no município de Codó. As vítimas seguiam de São Luís para a cidade de Caxias em um carro de passeio. O motorista dormiu ao volante e acordou já quando o veículo havia saído da pista e não conseguiu evitar o acidente ocorrido em um dos trechos mais perigosos da rodovia que fica numa curva.

Cinco pessoas estavam no veículo. O motorista Mário Afonso Coimbra de Carvalho, de 67 anos e a irmã dele, Maria dos Remédios Coimbra, de 65 anos, funcionária pública do Estado, morreram no acidente. Os outros três passageiros foram resgatados pelo SAMU e levados para o hospital de Codó.

Os corpos também foram trazidos para o Hospital Geral Municipal de Codó e liberados ainda na noite de ontem. A professora Maria dos Remédios trabalhava há mais de trinta anos na Secretaria de Educação do Estado e morava em Caxias. Além da irmã, o motorista estava acompanhado da esposa, Maria Marta Coimbra, de 57 anos e o filho do casal, um adolescente de 14 anos.

Mãe e filho tiveram apenas escoriações pelo corpo sem gravidade e foram liberados pouco tempo depois de darem entrada no HGM. Outra pessoa que estava no veículo, a adolescente de 16 anos, Karliele Carolina Lima dos Santos foi resgatada, mas não resistiu a gravidade dos ferimentos e morreu no Hospital por volta das duas e meia da madrugada. Karliele pediu carona para a família em São Luís e estava indo para casa dos pais em Caxias.

De acordo com médico que atendeu a adolescente, Karliele teve trauma toráxico que culminou com hematórax, quando fica sangue dentro do tórax e pneumatórax, ar na cavidade toráxica, além de contusão pulmonar e abdominal. A vítima também apresentou ruptura hepática (fígado0 e no baço. Dr. Digeórgio Martins disse ainda que Karliele foi entubada e colocado um dreno toráxico e recebeu duas bolsas de sangue. Ainda conforme o médico, a vítima entrou em óbito também em razão de uma hemorragia interna. “Ela precisava de uma laparatomia exploradora, ou seja, abrir a barriga para identificar e estancar o sangramento numa UTI, mas a perda excessiva de sangue a levou ao óbito“, disse Digeorgio.

Imagens do local do acidnte na BR-316:

Por lei do deputado César Pires festejo de Santa Rita e Santa Filomena já está no calendário estadual

O mês de agosto já está chegando e a comunidade católica já se prepara para o festejo de nossas padroeiras Santa Rita e Santa Filomena. Este ano uma novidade já está confirmada para os fiéis que frequentam, sobretudo, a igreja Matriz onde a imagem das santas ficam guardadas, mas abertas à visitação.

César Pires

César Pires

É que o deputado estadual codoense, César Pires, DEM, conseguiu aprovação do   projeto de Lei 074/14, na Assembleia Legislativa do Estado, que incluiu o FESTEJO DE SANTA RITA e SANTA FILOMENA no calendário turístico do Estado do Maranhão.

Quando  justificou a finalidade de sua intenção, Pires fez referências à história religiosa de sua cidade natal e relembrou momentos importantes.

Disse, por exemplo, que a paróquia que leva o nome das padroeiras foi criada em 08 de maio de 1835 e que só em 1859 recebeu a segunda padroeira, que foi Santa Filomena, imagem doada pelo comendador Luis José Henrique Nicolau, ‘o Pau Real’, colonizador de nossas terras. O deputado ressaltou que a criação foi um acontecimento significativo para o povo católico da região e desde então tais festividades tornaram-se muito importantes para os fiéis de toda  a Codó, ganhando destaque a partir da chegada do pároquo MANOEL EVARISTO RIBEIRO DE MENDONÇA (o Cônego Mendonça) ocorrida em junho de 1887.

Ainda sobre elas, relatou, na justificativa,  César Pires,  que foi o prefeito René de Matos Bayma, por meio do decreto nº 308, de 1967, quem instituiu o feriado municipal de 10 de agosto em alusão à Santa Rita e Santa Filomena.

Os primeiros benefícios da lei que incluiu o festejo de nossas padroeiras  no calendário  estadual serão sentidos já no próximo mês. Uma das possibilidades que isso abre é a abertura de incentivos por parte do Estado e, claro, o aumento do chamado turismo religioso na cidade de Codó.

Powered by WordPress | Designed by: Hh Design, HostHospeda Web Hosting