Eurico afirma que Luis Fabiano jogará no Vasco se voltar ao Brasil

Presidente garante contratação caso jogador rescinda o contrato com o Tianjin Quanjian, da China, e promete equipe forte para 2017: “Quem viver verá”

Por Felipe SchmidtRio de Janeiro

Luis Fabiano Tianjin Quanjian (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)Luis Fabiano, durante treino no Tianjin Quanjian (Foto: Danilo Sardinha/GloboEsporte.com)

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, está confiante na contratação do atacante Luis Fabiano. Em entrevista coletiva nesta terça-feira, durante a apresentação do meia Wagner, o dirigente garantiu que o centroavante jogará na equipe carioca se rescindir com o Tianjin Quanjian, da China.

– Eu não ia falar nada, mas… Se ele (Luis Fabiano) voltar, volta para o Vasco. Pronto – disse Eurico Miranda.

VEJA A APRESENTAÇÃO DO MEIA WAGNER

A ser confirmado no Vasco, Luis Fabiano assinará contrato de dois anos. Ele, inclusive, começou a buscar informações para tratar da mudança para o Rio de Janeiro. Enquanto isso, porém, o centroavante segue vinculado ao Tianjin Quanjian e está na China para acertar sua rescisão ou confirmar a permanência na equipe.

Durante a entrevista coletiva, Eurico Miranda também garantiu que cumprirá a promessa de contratar quatro jogadores de peso para a temporada. Segundo ele, Wagner, Muriqui e Escudero se encaixam neste perfil e, portanto, resta apenas um nome.

O Vasco está montando um time para ir para as cabeças. E vai para as cabeças”
Eurico Miranda

– Vou cumprir aquilo que eu falei. Aqueles que não acreditavam vão começar a ver as coisas acontecerem. Os quatro virão, com certeza. O Vasco está montando um time para ir para as cabeças. E vai para as cabeças. Tinha um filósofo companheiro de vocês que dizia o seguinte: quem viver verá.

Governo autoriza uso das Forças Armadas em presídios pelo país

Militares vão vasculhar penitenciárias para procurar armas, facas, celulares e outros pertences que são proibidos nas unidades. Michel Temer fez anúncio durante reunião com a cúpula da inteligência. No entanto, ainda há questão legal a ser definida.

Presos da Penitenciária de Alcaçuz voltaram a ocupar telhados da unidade (Crédito: Magnus Nascimento / Tribuna do Norte / Ag. O Globo)

Presos da Penitenciária de Alcaçuz voltaram a ocupar telhados da unidade

Por Basília Rodrigues

O governo federal autorizou, nesta terça-feira, o uso das Forças Armadas no interior de presídios do país. A decisão foi tomada por causa do avanço da crise no sistema penitenciário. Desde o início do ano, chacinas já deixaram mais de 130 detentos mortos. Os militares farão vistorias nas unidades, além de revistas de presos, à procura de armas, facas, celulares e outros objetos proibidos no interior das carceragens.

No entanto, ainda há uma questão legal a ser contornada: pela lei, homens das Forças Armadas não podem atuar no interior das unidades, apenas no entorno. Segundo o presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima, seria necessária a edição de um decreto de lei e ordem.

O anúncio foi feito pelo presidente Michel Temer após uma reunião com a cúpula da inteligência do governo federal, que envolve 15 órgãos, seis ministros e os comandantes do Exército, da Marinha e da Aeronáutica. O objetivo do encontro era unificar as ações contra o crime organizado. O presidente e o Ministério da Justiça já vinham sendo pressionados pelos estados para o envio de homens da Força Nacional, mas efetivo foi considerado insuficiente. Na quarta-feira, Temer tem uma reunião marcada com governadores para discutir a crise nos presídios.

REFORMA DO SISTEMA PENITENCIÁRIO

No encontro desta terça-feira, ficou decidido também que uma comissão será criada para reformar o sistema penitenciário do Brasil. Membros do Executivo, Legislativo e Judiciário, além da sociedade civil, farão parte do grupo.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Sérgio Fontes, afirmou à CBN, no entanto, que as Forças Armadas deviam reforçar a segurança nas fronteiras para impedir a passagem das drogas. Segundo ele, os massacres nos presídios foram motivados por brigas entre as facções criminosas pelo controle do tráfico de cocaína.

REBELIÕES JÁ DURAM 17 DIAS

As rebeliões começaram no dia 1º, no Complexo Penitenciário Anísio Jobim, em Manaus (AM). Na ocasião, 56 detentos foram assassinados, Cinco dias depois, um motim na Penitenciária Agrícola de Monte Cristo, a maior de Roraima, deixou 31 mortos. A chacina mais recente aconteceu no último sábado, na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, a maior do Rio Grande do Norte. Em 2016, foram ao menos 372 assassinatos nas unidades prisionais. O número de mortes deste ano já equivale a 36% do total resgistrado no ano passado.

Em entrevista à CBN, o governador do RN, Robinson Faria, classificou os episódios como ‘efeito dominó’ da guerra entre facções criminosas.

Secretaria de Desenvolvimento Social inaugura sede do Serviço de Acolhimento Institucional

………………………………………………………………………………………………….

O prefeito de Codó, Francisco Nagib e a secretária de desenvolvimento social, direito da mulher, proteção alimentar e igualdade racial, Agnes Oliveira, inauguraram na manhã desta terça-feira (17) a nova sede do Serviço de Acolhimento Institucional, que ampara crianças e adolescentes vítimas de violência sexual e com vínculos familiares rompidos. Estavam presentes na ocasião o ex-prefeito de Codó, Zito Rolim, secretários de governo, vereadores, entre outras autoridades.

De acordo com Caroliny Lima, coordenadora do serviço de acolhimento institucional, o novo espaço, que irá abrigar crianças e adolescentes, será mais amplo e confortável. “Estamos muito felizes com o novo lar, pois fizemos tudo com muito amor e carinho, para que o novo espaço possua toda a estrutura necessária para o bem estar das crianças e que possa recriar um ambiente com aspecto semelhante de uma residência, com todo o aconchego de um lar”.

O serviço de atendimento terá dois quartos, berçário, cozinha e refeitório, banheiros, salas de atendimento e área externa para lazer. De acordo com a Secretária de Desenvolvimento Social, Direito da Mulher, Proteção Alimentar e Igualdade Racial, Agnes Oliveira, o centro de acolhimento poderá atender até trinta crianças e adolescentes, propiciando aos menores um espaço acolhedor, até que justiça consiga junto a instituição restabelecer os vínculos familiares rompidos.

Hoje é uma ocasião especial e um dia muito feliz, pois quando assumimos a secretaria uma das questões que mais tocou meu coração foi a do centro de acolhimento. Um lugar para proporcionar as crianças amor, carinho, dignidade. Esse é um dos investimentos mais importantes do governo do prefeito Francisco Nagib, pois preserva a integridade física de nossas crianças, dando-lhes toda proteção, cuidados, orientações e, sobretudo, muito carinho e amor”, explicou Agnes Oliveira.

Para o prefeito Francisco Nagib, a proteção a crianças e adolescentes, principalmente em situação de risco, será prioridade em sua administração.

Prefeito e primeira-dama (fotos de Nilton Messias)

Todos sabemos o quão frágil é a condição de um criança e adolescente, principalmente com vínculos familiares rompidos por alguma razão. Este centro irá cuidar dessas crianças em situação de vulnerabilidade, pois faz parte da nossa missão cuidar das pessoas, cuidar de nossas crianças. Começamos uma administração com toda a força de vontade de trabalhar por todos e querendo fazer o melhor para nossa população. Parabéns a secretária Agnes de Oliveira e toda a sua equipe

Ascom – PMC

Prefeitura de Capinzal distribui sementes para os agricultores

IMG-20170114-WA0005

Distribuição de sementes

A prefeitura da cidade de Capinzal do Norte, por meio da Secretaria de Agricultura, realizou na semana passada doação de sementes para agricultores do município. O trabalho foi nos povoados Fundamento e Saudade, a distribuição foi realizada na última sexta-feira (13), pelo secretário de Agricultura da cidade Cristiano Rimar. “Nós acreditamos no trabalho do prefeito André, nós aqui precisamos dessas coisas, desse tipo de apoio e ele está mostrando logo no início que vai trabalhar para nossas comunidades”, frisou um lavrador que foi beneficiado com sementes de arroz e milho.

DOAÇÃO DE CESTAS BÁSICAS.

Outro trabalho que foi feito no mesmo dia nas duas comunidades, que foram citadas acima, foi a distribuição de cestas básicas para famílias carentes. O secretário adjunto de Assistência Social, Dilson Gonçalves, esteve pessoalmente na entrega das cestas básicas. “Nossa intenção é justamente essa, atender às pessoas que mais precisam do amparo do  município; como já diz o nome secretaria de assistência social, é determinação do prefeito André Portela, atender de fato aqueles menos assistidos”, finalizou Dilson Gonçalves.

Blog do De Sá

Jovem é executado a tiros no Pé da Ponte em Codó

 
Léo

Era por volta das 11.30horas, quando o SAMU de Codó foi chamado para atender a uma ocorrência de homicídio, que teria acontecido sobre a ponte do Rio Itapecuru, na cidade de Codó.

Paulo Leonardo dos Santos, de 24 anos, estava em uma motocicleta quando foi surpreendido por dois homens, que andavam em outra moto. Leo, como era mais conhecido, foi atingido com um tiro nas costas, um na cabeça e outro no pescoço.

O crime foi sobre a Ponte do Rio Itapecuru local mais conhecido como “Pé da Ponte”

. Léo era suspeito de ter executado um jovem na cidade de Codó, identificado por “Pica-pau”, ocorrido em setembro do ano passado e de outros quatro homicídios todos na cidade de Codó.

Com a vitima os Anjos de Resgate (SAMU) encontraram um revolver calibre 38

Brasileira presa por tráfico nas Filipinas pode ser condenada à morte

A brasileira Yasmin Fernandes Silva, de 20 anos (Raoul Esperas/ABS-CBN News/Reprodução)
O Itamaraty está acompanhando o caso de uma brasileira de 20 anos presa desde outubro do ano passado por tráfico internacional de drogas em Manila, capital das Filipinas. Segundo a imprensa local, Yasmin Fernandes Silva foi abordada no dia 3 de outubro por policiais no aeroporto. Ela estava com mais de seis quilos de cocaína embutidos em um travesseiro.
Yasmin embarcou num voo de São Paulo com parada em Dubai e, ao chegar em Manila, foi detida por agentes da imigração, que encontraram o travesseiro suspeito na bagagem. O governo brasileiro informou que a embaixada em Manila está acompanhando o caso desde outubro e que Yasmin está recebendo assistência consular, assim como apoio jurídico de um advogado local.
A prisão acontece em um momento em que o presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, aperta o cerco contra o narcotráfico e defende a volta da pena de morte para condenados por tráfico de drogas. Países asiáticos são conhecidos por serem duros na punição aos presos por tráfico, inclusive a estrangeiros. Em 2015, os brasileiros Marco Archer e Rodrigo Gularte foram executados na Indonésia após serem condenados pelo crime. Mesmo com os protestos do governo brasileiro, o Itamaraty não conseguiu evitar o cumprimento da sentença.

Menina de 12 anos acha mala com R$ 30 mil furtados de lotérica

Dinheiro encontrado por menina foi furtado de lotérica no litoral do Paraná (Foto: Cabo Osmar Lopes/ PM-PR)
Dinheiro encontrado por menina foi furtado de lotérica no litoral do Paraná (Foto: Cabo Osmar Lopes/ PM-PR)
Uma menina de 12 anos encontrou neste sábado (14) em um terreno de Shangri-la, no litoral do Paraná, uma mala com R$ 30 mil. O dinheiro, de acordo com a Polícia Militar (PM), foi furtado de uma lotérica do Balneário de Ipanema, também no litoral do estado. Quatro suspeitos foram presos.
Segundo a polícia, o assalto à lotérica ocorreu por volta das 4h desta madrugada. Os suspeitos fugiram em um carro com placas de São Paulo e foram localizados pela polícia. Com eles, conforme divulgado pela Polícia Militar, havia R$ 875,00.
Eles não informaram onde estaria o restante do dinheiro. Dos quatro presos, três têm passagem pela polícia por crimes como furto, estelionato e receptação.
O dinheiro foi localizado por volta das 9h, quando a Polícia Militar recebeu a informação – via 190 – de que uma criança havia encontrado a mala com notas, moedas e cartões telefônicos. O proprietário da lotérica foi contatado para acompanhar a contagem do dinheiro.
O tenente da Polícia Militar tenente João Eduardo Costa Vaz afirmou que conversou com a menina que encontrou a mala e com a responsável pela criança. Ambas estavam assustadas.

Fonte: G1 Paraná